Tagged with "elementos de fixação - 2/2 - Elementos de Fixação"

Grupo Stamper – 25 anos

Mar 9, 2012 by     Sem Comentários    Postado Por: Elementos de Fixação

Tudo começou em 1987 com um projeto pequeno e simples, porém uma enorme vontade de crescer. O crescimento foi aos poucos, mas foi intenso e eficiente comparado aos demais concorrentes do mercado.

A equipe ao longo dessa trajetoria se manteve unida e até hoje existem profissionais do ínicio da empresa, assim como novos e eficientes colaboradores que agregam ótimos valores para o Grupo Stamper.

O selo de 25 anos do Grupo Stamper é mais que um número representando a idade, é o sinal que trabalhando sério e honestamente se torna possível crescer e fixar sua idéia.

ROBOFORM 40

Feb 20, 2012 by     Sem Comentários    Postado Por: Elementos de Fixação

O ano de 2012 trouxe inúmeras novidades ao Grupo Stamper, começando pela aquisição da nova planta com mais de 4.000 metros quadrados em Diadema – SP, mas não para por aí! Nós também adquirimos novos equipamentos no inicio desse ano visando melhorar nossa produção e também substituir máquinas já existentes em nosso grupo.

ROBOFORM 40

A nova máquina do Grupo Stamper é a ROBOFORM 40 eletro-erosão / penetração.

A imagem acima é meramente ilustrativa, em breve teremos as fotos recentes das instalações do Grupo Stamper. Venha fazer parte da nossa história no ramo de elementos de fixação.

Arruelas – Tipos de Arruelas

Feb 20, 2012 by     2 Comentários    Postado Por: Elementos de Fixação

Na postagem anterior, é explicado com alguns detalhes a usabilidade da arruela em projetos mecânicos sendo para distribuir a força igualmente ou como elemento de trava.

Existem diversos tipos de arruelas com diversas variedades de matéria prima. Algumas arruelas existentes no mercado são:

- arruela lisa;
- arruela de pressão;
- arruela dentada;
- arruela serrilhada;
- arruela ondulada;
- arruela de travamento com orelha;
- arruela para perfilados;
- arruela chanfrada;
- arruela quadrada;
- arruela de furo quadrado;
- arruela dupla de pressão;
- arruela curva de pressão;
- arruela com dentes internos;
- arruela com dentes cônicos;
- arruela com serrilhado interno;
- arruela com serrilhado cônico;

Os tipos de matéria prima podem ser:

- arruelas de aço;
- arruelas de inox;
- arruelas de ferro;
- arruelas de papel;
- arruelas de fibra;
- arruelas de feltro;
- arruelas de celeron;
- arruelas de borracha;
- arruelas de pvc;
- arruelas de neoprene;
- arruelas de fibra;
- arruelas de fenolite;
- arruelas de latão;
- arruelas de plástico;

Como dito acima, existem diversos tipos de arruelas e materiais que podem ser usados na fabricação, ou seja, o produto pode ser uma arruela lisa de aço ou uma arruela lisa de plástico.

De acordo com material disponível no Acervo Técnico, segue algumas descrições:

Arruela lisa – É utilizada em órgãos de máquinas que sofrem pequenas vibrações.
Arruela de pressão – É utilizada em montagem de conjuntos mecânicos submetidos a grandes esforços e grandes vibrações.
Arruela dentada – É utilizada em equipamentos sujeitos a grande vibrações, mas com pequenos esforços.
Arruela serrilhada - Possui a mesma utilização da arruela dentada, porém suporta esforços um pouco maiores.
Arruela ondulada – É utilizada em superfícies pintadas, evitando danificação do acabamento.
Arruela de travamento com orelha – É utilizada sobre um canto vivo da peça.
Arruela para perfilados – É utilizada em montagens que envolvem cantoneiras ou perfis em ângulo.

Lembre-se, existe uma arruela especifica para cada projeto.

 

Para a realização do artigo foi usado como base material disponível no Acervo Técnico.

Grupo Stamper é fornecedor destaque na Plascar

Feb 19, 2012 by     Sem Comentários    Postado Por: Parceiros

Não há nada mais prazeroso que ver seu trabalho reconhecido, principalmente quando a empresa envolvida é líder no mercado brasileiro de autopeças. A Plascar presenteou o Grupo Stamper com o título de melhor fornecedor de 2010!

Veja abaixo as fotos do evento particular que ocorreu entre os melhores de cada categoria:

Bihler Multiformadoras

Feb 15, 2012 by     Sem Comentários    Postado Por: Elementos de Fixação

O Grupo Stamper tem o prazer de apresentar a nova máquina multiformadora desenvolvida por nós com o objetivo de alcançar altos indices de fabricação/produção em 2012.

A máquina bihler da Stamper Multiformadoras ganhou o apelido de Godzilla, e isso se deve a sua capacidade de corte de 10 TONELADAS.

Clique no link abaixo e veja diretamente no youtube nosso vídeo promocional.

Bihler Multi-forming Machine

Bihler Multiformadoras – Grupo Stamper

Em 2012 mostraremos nossa nova aquisição em ação em conjunto com a nova fábrica, aguarde!

Disco de Fixação Acoplado

Feb 12, 2012 by     Sem Comentários    Postado Por: Elementos de Fixação

Disco de fixação Acoplado

Já imaginou dar um acabamento eficiente e também visual com um único elemento de fixação? Isso é possível usando um disco de fixação acoplado.

Lembra da explicação anterior sobre os elementos de fixação? Então, há uma citação onde explicamos que é possivel substituir uma peça de fixação por outra, mas isso depende exclusivamente do seu projeto mecânico.

Onde usar?

Pense em quatro partes de metal em formato cilindrico que tem a função de abrir e fechar, similar ao suporte de partituras musical. No final desseas partes de metal provavelmente você limitará o encaixe com algum elemento de fixação. Qual devo usar?

Você pode usar um parafuso por exemplo, ou até um disco de fixação normal na base… no entanto, ambos ainda ficam com um aspecto ruim de acabamento na peça e necessariamente seu projeto iria se resolver em peças de plástico. No final, você usaria um elemento para fixar as extremidades do seu projeto e uma peça de plástico para o acabamento, porém, não seria necessário se usasse a solução correta.

A solução correta nesse caso é substituir os dois por um único elemento de fixação, o disco de fixação acoplado.

Porque usar?

Além das vantagens estéticas e funcionais, há também o custo.

Você economiza dinheiro e tempo no projeto executando apenas uma única operação de acabamento.

Vídeo

Vídeo Demonstrativo – BAKFIN

Onde encontrar?

Essa solução em fixação só pode ser encontrada no Grupo Stamper, a empresa detentora da patente do produto é a StamperLock.

Não adquira produtos de fonte duvidosa pois é crime. Apenas use produtos de quem é certificado e possui qualificações para fabricação. Entre em contato conosco em casos de dúvida: (11) 2198 6999

Arruela – Para que serve?

Feb 10, 2012 by     Sem Comentários    Postado Por: Elementos de Fixação

Uma forma resumida para explicar a utilização de uma arruela seria “para tirar folgas e reduzir vibrações”.

Quer um exemplo?

Imagine duas peças de metal unidas em um ponto por um único elemento de fixação. Se essas duas peças sofrerem atrito, provavelmente esse elemento de fixação se soltará com o tempo e o projeto conseqüentemente sofrerá danos.

Não ficou claro ainda?

Imagine então duas peças de metal sendo fixadas por um parafuso e uma porca. Esse parafuso com o tempo sob atrito irá se soltar mesmo com a utilização da porca.

Esse acontecimento em um projeto mecânico de pequeno porte como um carrinho de feira teria conseqüências menores, porém em um projeto mais detalhado como automotivo poderia ocorrer um acidente grave ao usuário.

Então…

A arruela além de distribuir igualmente a força de aperto entre os elementos de fixação, também pode funcionar como uma trava nos projetos mecânicos.

… e por último, mas não menos importante… vale lembrar que o material de fabricação de uma arruela pode ser desde aço-carbono até PVC, depende exclusivamente da empresa e do projeto que será executado.

Em breve apresentaremos os tipos de arruelas existentes no mercado!
Para a realização do artigo foi usado como base material disponível no Acervo Técnico.

O que são Elementos de Fixação?

Jan 10, 2012 by     2 Comentários    Postado Por: Elementos de Fixação

O que você sabe sobre elementos de fixação? Nada?!

Imagine você tentando montar uma cadeira de madeira constituída com 10 partes onde algumas são diferentes  no designer, tamanho e encaixe. Quais materiais seriam utilizados para fixar as partes de madeira desse objeto? Usaríamos pregos, cola e até grampos de ferro para unir essas partes com tamanhos diferenciados buscando deixa-las firmes e unidas.

Os itens como cola, grampos e pregos usados na fixação da cadeira de madeira não devem ser usado em objetos mecânicos tanto pelo material quanto pela diferente funcionalidade. Para o uso mecânico usamos rebites, cavilhas, pinos, cavilhas, parafusos, porcas, arruelas, chavetas e outros, onde o grupo desses itens é conhecido como Elementos de Fixação.

Os elementos de fixação tem como objetivo principal unir duas ou mais peças de forma fixa ou móvel em projetos mecânicos. Esses fixadores possuem aplicações e funções diferenciadas onde alguns visam a fixação permanente e outros permitem até a rotação de peças com segurança.

Poxa! Elemento de Fixação seria um parafuso?

Sim, o parafuso é um dos inúmeros elementos de fixação, mas existem vários outros que são usados em um simples carrinho de feira até partes mecânicas de um automóvel complexo.

A utilização e as formas de fixação dependem exclusivamente do projeto mecânico, porém existem novos elementos de fixação que podem substituir os antigos dando acabamento e segurança. Os discos de fixação são um exemplo dessa evolução substituindo algumas aplicações do parafuso.

A evolução dos fixadores não está ligada apenas na aplicação ou custo, mas também na segurança que o fixador pode oferecer no projeto.

Quais são os tipos de Elementos de Fixação?

Os tipos são móvel e permanente.

A união pode ser feita por elementos de fixação móvel onde é permitido a retiradas dos elementos sem causar dano as peças que foram unidas ou permanente que não podem ser retirados sem que fiquem inutilizados como acabamento como rebites e soldas.

Os elementos escolhidos devem ser de acordo com o projeto existente analisando o material e função dessas partes mecânicas onde a união dessas peças quando realizada sem o devido cuidado com a qualidade final do produto pode apresentar rupturas por esforços constantes do material, ou seja, não devemos usar elementos de fixação fracos e mal planejados para unir peças robustas.

E aí, aprendeu um pouco sobre os elementos de fixação?

O assunto é extenso e existem diversos modelos de fixadores no mercado nacional, assim como empresas atuantes no cenário. Tem ainda dúvidas? Deixa um comentário pra nós!

 

Para a realização do artigo foi usado como base material disponível no Acervo Técnico.