Tagged with "economia - Elementos de Fixação"

Número de novas empresas cai 9,1% em abril, diz Serasa Experian

Jun 8, 2015 by     Sem Comentários    Postado Por: Uncategorized

Em abril, 168.124 empresas foram criadas contra 184.905 em março.
No acumulado do ano são 648.488 novos negócios.

 

Foram criados 168.124 novos negócios no Brasil em abril deste ano, queda de 9,1% em relação ao mês de março, quando foram abertas 184.905 novas empresas, segundo o Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas. A alta é de 3,1% em comparação a abril de 2014 (163.023).

Entre janeiro e abril, foram criados 648.488 novos empreendimentos, alta de 2,5% em relação a mesmo período de 2014 (632.547). No primeiro quadrimestre do ano passado, o número de novas empresas criadas havia sido 6,9% superior ao primeiro quadrimestre de 2013.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, a desaceleração nos primeiros quatro meses de 2015 em relação ao mesmo período do ano passado (alta de 2,5% contra crescimento de 6,9%) reflete o cenário econômico mais adverso neste período de 2015, caracterizado por redução da confiança empresarial, alta da inflação, dos juros e da taxa cambial, além do baixo dinamismo da atividade econômica.

Por natureza jurídica
O número de novos microempreendedores individuais (MEIs) surgidos em abril foi de 126.932 contra 134.803 em março, queda de 5,8%. As sociedades limitadas registraram criação de 17.443 unidades, representando queda de 15,3% em relação ao mês anterior, quando 20.602 empresas surgiram. A criação de empresas individuais caiu 20,2%, com um total de 14.965 novos negócios em abril; em março, o número foi de 18.761. O nascimento de novas empresas de outras naturezas teve queda de 18,2%, com 8.784 nascimentos em abril, contra 10.739 do mês anterior.

Segundo a Serasa, a crescente formalização dos negócios é responsável pelo aumento constante das MEIs, registrado desde o início da série histórica do indicador. Em seis anos, passaram de menos da metade dos novos empreendimentos (42,4%, em 2010) para 75,5% no último levantamento.

Por região
O Sudeste segue liderando o ranking de nascimento de empresas, com 325.141 novos negócios abertos entre janeiro e abril de 2015 ou 50,1% do total.  O Nordeste vem em segundo lugar, com 18,3% (118.566 empresas). A região Sul segue em terceiro lugar, com 16,6% de participação e 107.790 novas empresas. O Centro-Oeste registrou a abertura de 62.682 empresas e foi responsável por 9,7% de participação, seguido pela região Norte, com 34.309 novas empresas ou 5,3% do total de empreendimentos inaugurados.

A região Sul foi a que registrou maior alta no número de nascimentos (4,9%) comparando-se os meses entre janeiro e abril de 2015 com igual intervalo do ano anterior. A região Nordeste teve crescimento de 2,7% no período. Na região Centro Oeste houve alta de 2,4% e a Sudeste apresentou crescimento de 2,1%. A região Norte foi a única a apresentar queda no período (0,9%).

Por setor
O setor de serviços continua sendo o mais procurado por quem quer empreender: de janeiro a abril de 2015, 397.776 novas empresas surgiram no segmento, ou 61,3% do total. Em seguida, 195.563 empresas comerciais (30,2% do total) e, no setor industrial, foram abertas 53.105 empresas (8,2% do total) neste mesmo período.

 

fonte:globo.com