Browsing"Elementos de Fixação"

Arruela – Para que serve?

Feb 10, 2012 by     Sem Comentários    Postado Por: Elementos de Fixação

Uma forma resumida para explicar a utilização de uma arruela seria “para tirar folgas e reduzir vibrações”.

Quer um exemplo?

Imagine duas peças de metal unidas em um ponto por um único elemento de fixação. Se essas duas peças sofrerem atrito, provavelmente esse elemento de fixação se soltará com o tempo e o projeto conseqüentemente sofrerá danos.

Não ficou claro ainda?

Imagine então duas peças de metal sendo fixadas por um parafuso e uma porca. Esse parafuso com o tempo sob atrito irá se soltar mesmo com a utilização da porca.

Esse acontecimento em um projeto mecânico de pequeno porte como um carrinho de feira teria conseqüências menores, porém em um projeto mais detalhado como automotivo poderia ocorrer um acidente grave ao usuário.

Então…

A arruela além de distribuir igualmente a força de aperto entre os elementos de fixação, também pode funcionar como uma trava nos projetos mecânicos.

… e por último, mas não menos importante… vale lembrar que o material de fabricação de uma arruela pode ser desde aço-carbono até PVC, depende exclusivamente da empresa e do projeto que será executado.

Em breve apresentaremos os tipos de arruelas existentes no mercado!
Para a realização do artigo foi usado como base material disponível no Acervo Técnico.

O que são Elementos de Fixação?

Jan 10, 2012 by     2 Comentários    Postado Por: Elementos de Fixação

O que você sabe sobre elementos de fixação? Nada?!

Imagine você tentando montar uma cadeira de madeira constituída com 10 partes onde algumas são diferentes  no designer, tamanho e encaixe. Quais materiais seriam utilizados para fixar as partes de madeira desse objeto? Usaríamos pregos, cola e até grampos de ferro para unir essas partes com tamanhos diferenciados buscando deixa-las firmes e unidas.

Os itens como cola, grampos e pregos usados na fixação da cadeira de madeira não devem ser usado em objetos mecânicos tanto pelo material quanto pela diferente funcionalidade. Para o uso mecânico usamos rebites, cavilhas, pinos, cavilhas, parafusos, porcas, arruelas, chavetas e outros, onde o grupo desses itens é conhecido como Elementos de Fixação.

Os elementos de fixação tem como objetivo principal unir duas ou mais peças de forma fixa ou móvel em projetos mecânicos. Esses fixadores possuem aplicações e funções diferenciadas onde alguns visam a fixação permanente e outros permitem até a rotação de peças com segurança.

Poxa! Elemento de Fixação seria um parafuso?

Sim, o parafuso é um dos inúmeros elementos de fixação, mas existem vários outros que são usados em um simples carrinho de feira até partes mecânicas de um automóvel complexo.

A utilização e as formas de fixação dependem exclusivamente do projeto mecânico, porém existem novos elementos de fixação que podem substituir os antigos dando acabamento e segurança. Os discos de fixação são um exemplo dessa evolução substituindo algumas aplicações do parafuso.

A evolução dos fixadores não está ligada apenas na aplicação ou custo, mas também na segurança que o fixador pode oferecer no projeto.

Quais são os tipos de Elementos de Fixação?

Os tipos são móvel e permanente.

A união pode ser feita por elementos de fixação móvel onde é permitido a retiradas dos elementos sem causar dano as peças que foram unidas ou permanente que não podem ser retirados sem que fiquem inutilizados como acabamento como rebites e soldas.

Os elementos escolhidos devem ser de acordo com o projeto existente analisando o material e função dessas partes mecânicas onde a união dessas peças quando realizada sem o devido cuidado com a qualidade final do produto pode apresentar rupturas por esforços constantes do material, ou seja, não devemos usar elementos de fixação fracos e mal planejados para unir peças robustas.

E aí, aprendeu um pouco sobre os elementos de fixação?

O assunto é extenso e existem diversos modelos de fixadores no mercado nacional, assim como empresas atuantes no cenário. Tem ainda dúvidas? Deixa um comentário pra nós!

 

Para a realização do artigo foi usado como base material disponível no Acervo Técnico.